terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

o ato falho...


A sessão extraordinária sobre o PL 006/2009 (temos falado tanto sobre isso!) começou com tempo bom e foi suspensa em meio a chuvas e trovoadas...
Dentro do Salão Plenário da Câmara, após a leitura protocolarmente morosa dos 41 artigos do PL, alguns vereadores manifestaram-se sobre o assunto, até que a sessão foi interrompida até as 16 horas para que fosse possível algum estudo dos termos do projeto.

Ao lado de fora uma bela chuva começava a cair, brindando o debate sobre a água, do jeito que ela deve ser, de todos e para todos.

À parte as posições apresentadas lá (que pretendo debater aqui mais tarde); o show de realismo da manhã ficou por conta do veterano e folclórico vereador Adalberto (PP). Na sua intervenção ele afirmou: "Ele (o prefeito) já está decidido a não renovar com a CORSAN, independente do resultado dessa reunião(...) E ele tem esse direito, ele vai privatizar!" - sob urros da platéia, aplaudindo a sinceridade do ato falho, ainda tentou retomar: "Quer dizer...é... ele vai fazer licitação".

Revelador, hein??

Um comentário:

Suely disse...

Oi, Dire!

Eu, de novo! Ufa!

Mas não posso deixar de registrar: adorei a expressão sutil do nobre vereador...
Quase sempre ouço a sessão, justo hoje me olvidei...

Até!