sábado, 28 de fevereiro de 2009

Compare um pouco...

Extraído de http://www.rodrigovianna.com.br/ . Um bom comparativo do trato que a mídia gorda e reacionária dá ao jornalismo político.

Em 2005, Roberto Jefferson deu uma entrevista exclusiva à "Folha", em que
lançava dezenas de acusações contra o governo federal. Foi nessa entrevista,
também, que Jefferson cunhou a expressão "Mensalão". Vocês se lembram da manchete da "Folha de S. Paulo" na época? Não?Então, relembremos: "PT dava mesada de R$ 30 mil a parlamentares, diz Jefferson".

Agora, comparemos com o título da última sexta-feira (20/02/2009 - no "pé" da primeira página da "Folha"), sobre a denúncia do PSOL de Luciana Genro contra Yeda Crusius, governadora do PSDB:"Sem provas, PSOL acusa tucanos de corrupção no RS". "Para ´Folha´, ele pode acusar à vontade, mas Luciana Genro precisa apresentar provas" Por que este "sem provas" tão cuidadoso, no título da última sexta-feira (20/02/2009)? Por uma questão de isonomia, o correto seria "Governo tucano
corrupção e caixa dois, diz PSOL".

Por que o mesmo "sem provas" não apareceu na manchete quando Jefferson deu sua entrevista? Hum... Bem, talvez para a "Folha", Jefferson valha mais do que o PSOL. Gosto não se discute. Ou, mais provável: qualquer denúncia contra o partido de Serra (o editorialista preferido da família Frias) merece todo cuidado!

Por que a sigla "PSDB" não aparece nem na primeira página, nem na
manchete de página interna? (Isso me lembra a cobertura da "Globo", na reta final da eleição de 2006. Os aloprados que tentaram comprar o dossiê contra Serra eram "petistas". O Freud Godoy era "petista". Na hora de falar de Abel Pereira, um sujeito que intermediaria negócios na gestão de Barjas Negri (PSDB) no Ministério da Saúde, aí ninguém falava em "governo do PSDB". A fórmula era: "ministro no governo anterior".)

Mas, voltemos ao caso da corrupção no Rio Grande do Sul. A denúncia é gravíssima. E já há um cadáver.Marcelo Cavalcante, ex-assessor de Yeda Crusius, apareceu morto no Lago Paranoá, em Brasília.Ele deveria ter uma reunião com o Ministério Público Federal em Brasília, logo após o Carnaval.Hum, hum...

"Cavalcanti trabalhava para governadora do PSDB; corpo dele apareceu boiando em Brasilia" Na "CartaMaior", em reportagem de Marco Aurélio Weissheimer * (http://www.cartamaior.com.br/templates/materiaMostrar.cfm?materia_id=15702), leio que os parlamentares do PSOL que fizeram a denúncia "disseram que a governadora Yeda Crusius reuniu-se com Marcelo, semana passada, em Brasília, informação confirmada pela esposa do mesmo. Segundo a deputada, o presidente nacional do PSDB, Sérgio Guerra, teria participado da conversa que não teria sido nada amigável, o que foi negado no final da tarde pelo senador tucano."Hum, hum, hum...

Imagine se um ex-assessor do governo da Bahia, do PT, tivesse morrido, poucos dias antes de depor ao Ministério Público, num caso que envolve corrupção?
Imagine as manchetes a essa altura? Eu imagino: "Ex-assessor petista aparece morto em Brasília". Seria manchete semana inteira, com matéria na "Veja", e editorial na "Folha". A essa altura, confesso que nada do que vem da "Veja" ou da "Globo" de Ratzinger me surpreende mais. Mas, é triste constatar que a "Folha" também tomou o caminho da indecência jornalística. Nesta sexta-feira, esse comportamento indecente aparece em dois momentos: na manchete a proteger tucanos gaúchos do PSDB, e na resposta mal-criada a dois intelectuais que "ousaram" contestar editorial da família Frias, sobre a ditadura militar. **

* Marco Aurélio é também o cara do RS Urgente.

** Editorial da Folha de SãoPaulo já rendeu muita discussão, mas veja isso e isso.

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009


Numa cidadezinha do interior do Brasil, numa eleição local, o coronel JuvÊncio, que mandava e desmandava na política local, mandou seus capangas pintarem nos muros da cidade:

VOTE no CORONEL JUVÊNCIO

Na manhã seguinte, a oposição, pra fazer troça fez uma adapatação e modificou os dizeres para:

NÃO VOTE no CORONEL JUVÊNCIO

Mas a turma do coronel, não se dando por vencida, "repaginou" os dizeres, e na outra manhã a cidade viu os muros com a seguinte inscrição:

NÃO VOTE no CORONEL JUVÊNCIO, para ver o que te acontece!


Lembrei dessa bobagem quando fiquei sabendo da movimentação de cartazes em Porto Alegre. Em um dia o PSOL espalhou cartazes pedindo pelo FORA YEDA.

Um ou dois dias depois, surgiram adesivos, milimetricamente medidos por sobre os "FORA" , alterando o dizer para FICA YEDA.

Mas a criatividade humana é tanta que já tem umas canetas e pincéis percorrendo a cidade, fechando o "F" de "FICA" e transformando num "P".

Êta povo malvado!!!! HAHahhahaahahha....

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

Acabo de chegar da 10ª Coordenadoria Regional de Educação. Fui convocado, como diretor de escola, para uma reunião de apresentação de um vídeo com falas para o início do ano letivo.

Logicamente tivemos uma fala (com cerca de 40 minutos) da secretária Mariza Abreu; e mais alguns vídeos com falas sobre outros temas.

Além da apresentação e defesa do "Novo Jeito", o vídeo traz uma fala do Professor Lino de Macedo, da USP; figura com boa produção em pesquisas sobre referenciais cognitivos e habilidades e competências. Conhecido lá na escola onde eu trabalho pela sua participação nos materiais de suporte teórico-metodológico para o ENEM. (quer dizer, espero que uma boa porção dos colegas tenha lido o material!!!)

Mas o "grosso do caldo" era o Governo Yeda e a blindagem à pasta de Mariza.
São minutos de uma fala que tenta ser pessoal, informal mas que nãoconsegue derrubar a antipatia construída pela figura.

Faz um balanço da educação no Governo Yeda e, com uma fala muito bem articulada - gravada na solidão de uma câmera e com a possibilidade de cortes e edições,com direito a recuos e a afastamentos do foco conforme a ênfase do assunto.


Nas suas "doces" palavras Mariza reafirmou as diferenças existentes hoje numa escola pública que praticamente universalizou a oferta e o acesso e, como em outras oportunidades, deixa claro que atribui às camadas populares algumas "dificuldades" vividas hoje na rede pública "que não se viam em décadas atrás, quando a escola era ocupada quase que exclusivamente pela classe média" (sic). Outra questão abordada foi a planejada padronização dos currículos, sob o argumento de que do jeito que está hoje não há referências comuns (sic).

Inclusive Mariza faz alusão ao movimento "Todos pela Educação" (sugiro a leitura de vários índices e estatísticas sobre a educação no Brasil e uma outra psotagem mais pra frente, quem sabe...) para justificar essa "unificação".
O vídeo, como um todo, merece uma atenção especial e um bom debate em cada escola, com os devidos contrapontos e questionamentos.

Basicamente duas coisas chamaram a atenção dos presentes.

A primeira delas é que o vídeo DEVERÁ SER PASSADO em todas as escolas e, até metade de março, um relatório DEVERÁ ser entregue na Coordenadoria. Uma eficiente (?) forma de controle e de garantia de que todo mundo ouça a Secreatária Mariza. (Sem isso acho que pouquíssimas escoals investiriam seu tempo nesse material).

A segunda questão que chama a atenção é a articulação, provavelmente construída em reuniões de chefias em POA, para a "versaõ" da campanha sindical dos out-doors: insistem na "falta de respeito", "ninguém está livre de ser criticado", "imagina um diretor com o rosto estampado em cartazes daqueles?". Como sempre, aqui em baixo a estratégia é a mesma: desviar o debate na tentativa de esvaziar o conteúdo político e todo o descalabro que vem sendo o "Novo Jeito".

Quem tem, tem medo...
Ao mesmo tempo em que ameaça sindicatos e servidores públicos, Yeda e seu governo silenciam sobre as acusações feitas peloPSOL. Com a conivência da mídia gorda, esconde-se na tentativa de construir uma agenda positiva (!!!). Entre sua s missões principais aponta a necessidade de garantir amanutenção do veto ao abono da greve aprovado em primeira votação na Assembléia Legislativa. Ô governinho positivo esse!!! Nem quero ver quando forem trabalhar uma "agenda negativa"! Sai de perto!!!!!!

O PSOL desafia o governo a processá-lo , mas Yeda diz que prefere ouvir os conselhos de sua mãe: "Não entrar em briga com bêbados" ... Mas os bêbados seguem falando , e firmes!! olhe só:

PSOL reitera denúncias ao presidente da Assembléia Legislativa
A deputada federal Luciana Genro , acompanhada do presidente estadual
do partido, Roberto Robaina e do vereador Pedro Ruas, levou, na quarta-feira de
cinzas, a mesma relações de denuncias contra a governadora Yeda Crusius
que havia apresentado a imprensa na semana passada ao presidente da Assembléia
Legislativa, deputado estadual Ivar Pavan.
Ela pediu ainda ao deputado que os informasse sobre o andamento do pedido de impeachment apresentado pelo PSOL no ano passado que ainda tramita na Comissão de Constituição e Justiça. Pavan, que estava acompanhado de outros deputados estaduais do PT, aceitou a denúncia e prometeu levar adiante o processo de impeachment que, segundo ele, deverá ser analisado pelo plenário ainda neste semestre.

Luciana informou ao sair da reunião no Gabinete da Presidência da Assembléia, que o processo tem como relator o deputado estadual Paulo Odone ( PPS) o que a deixava preocupada. Entretanto, disse também ter a certeza de que o
assunto será apreciado em plenário. Ela esclareceu ainda que o pedido de impeachment é um processo diferente da denuncia sobre a compra da casa da
governadora que está sendo analisada pelo Ministério Público de Contas.
A deputada, o vereador Pedro Ruas e o presidente estadual do PSOL,
Roberto Robaina, conversaram durante 40 minutos com Pavan e reiteraram ao deputado que as provas das denúncias já estão em mãos da juíza federal de Santa Maria, Simone Barbizan e o Poder Legislativo poderá requisitar
a apresentação em público destas provas. (veja vídeo aqui)

Notícia do site http://www.psolrs.org.br/ do dia 25 de fevereiro.

Retomam até o debate sobre o "Impedimento" de Yeda, mas os "crusius" preferem não comentarrrrrr...

Leia mais sobre as (pen)últimas em "Uma ex-governadora em atividade e conheça Walna, mais um personagem nessa intriga...


terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

Após o Carnaval ...

Aguardamos a reação do Governo em relação às denúncias (re)feitas pelo PSOL na semana passada. Até agora, o silêncio do Piratini só faz crescer a suspeita de que veremos o maior escândalo de corrupção desse estado ... coisa muito grande mesmo...

Será preciso um caminhão de explicações...
A morte de Marcelo Cavalcante em Brasília segue repercutindo. OS "Crusius", Carlos e Yeda, apressaram-se em divulgar a versão do "triste suicído" mesmo antes de qualquer manifestação de peritos e investigadores, e, apesar do profundo apreço que divulgam na mídia, não foram ao velório. A esposa e o pai confirmam o nervosismo de Cavalcante nos dias que antecederam sua morte e não acreditam em suicídio. Circunstâncias mal esclarecidas, nas antevésperas de um dpeoimento na Polícia Federal!!!
Isso vai dar samba!!!
++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++
==================================================================

E nós, da Rede Estadual, seguimos acompanhando a Assembléia Legislativa.
É de lá que devemos derrotar o veto de Yeda ao Decreto Legislativo. A pressão aos deputados continua e devemos ficar atentos até o dia 10 de março que é a data limite para que seja votado esse veto. O CPERS segue pressionando.

*************************************************************************************
A mídia como ela é...

Na manchete da cantada do Presidente, a estrela (cadente) da Rede Globo afirma, numa bobeirinha de fim de desfile, aos microfones da imprensa que o Presidente a teria cantado.
Lendo a matéria vê-se que foi uma fala descontextualizada e que ela fazia referência a um elogio que recebeu de Lula. De qualquer maneira, cantando ou não, as letras garrafais apareceram na Folha de São paulo (ou do Serra) deixando Lula numa saia-justa ...(ou não, afinal é Carnaval, e tem muita gente que cantaria a Sra do Destino também!)

*************************************************************************************

No desfile do Rio de Janeiro, com tantas celebridades e brilhos, a apresentadora Glenda Koslóviski deu seu depoimento do que é "conhecer uma comunidade".

Do alto do distanciamento apropriado das classes populares, a apresentadora exaltava as virtudes de Zezé di Camargo que, ao receber o convite da Portela, fez questão de se "envolver com a comunidade (sic) e conhecer de verdade a energia da Portela", enfatizava que o cantor cancelou um show que estava marcado nos EUA para desfilar na segunda-feira, no perído de ensaios "ficou 2 horas na quadra da Portela!".

É esse conheceu a Portela mesmo!!!! haja paciência!!!!

====================================================================
Logo após ao bonito desfile da Portela, que trouxe uma águia dourada esse ano; foi a vez da Mangueira passar (sem ambigüidades, por favor!!!!).

A Estação Primeira trouxe Darcy Ribeiro para a avenida, com a liberdade de falar do Brasil "O 'povo' é o nosso tema. O enredo é construído baseado no livro "O Povo Brasileiro", de autoria do antropólogo Darcy Ribeiro." anuncia o enredo da escola.

É bom ver um enredo fazendo referência a uma obra com a de Darcy Ribeiro mas...
O preço de não ter um carnaval patrocinado com têm sido visto nos últimos anos, em praticamente todas as grandes escolas, foi a falta de grana: alegorias mal acabadas, carros incompletos ou sendo concluídos na entrada da avenida...enfim, sobressaiu a garra e a relação afetiva da escola com seus integrantes e com o público. O resultado : só depois do Carnaval!!!!!!

E depois do Carnaval também volto às atividades na escola... vamos "blogar" menos, mas certamente sempre teremos o que dizer (talvez falte tempo!!). Mas sigam acompanhando os "Blogs que eu queria ser" ali na lista...

domingo, 22 de fevereiro de 2009

E eu pensei que era só aqui...


Singrando pelo site VERMELHO descobri um "balanço" da semana tucana pelo Brasil!!
E agora é folia!!!!

Semana foi repleta de denúncias contra governos tucanos
A sexta-feira pré-carnavalesca encerra uma semana recheada de denúncias envolvendo governos tucanos. Cássio Cunha Lima, governador cassadoi da Paraíba; Yeda Crusius, governadora do Rio Grande do Sul; e Teotônio Vilela Filho, de Alagoas, ocuparam as manchetes dos jornais como protagonistas de escândalos de corrupção e má gestão. Enquanto isso, os outros dois governadores do PSDB, Aécio Neves e José Serra, travam uma guerra particular para ver quem será ungido o candidato da direita às eleições presidenciais de 2010.

Paraíba
O principal constrangimento para os tucanos nesta semana foi, sem dúvida, a cassação do governador da Paraíba, Cássio Cunha Lima.

O TSE (tribunal Superior Eleitoral) concluiu na terça-feira (17) o julgamento de recursos com os quais os advogados de Cunha Lima pretendiam derrubar decisão tomada no ano passado pelo tribunal durante o julgamento de um processo no qual o governador foi acusado de abuso de poder econômico e político durante a campanha eleitoral de 2006. Conforme a acusação, Cunha Lima teria se envolvido com a distribuição de cheques para a população por meio de um programa assistencial.

O ex-senador José Maranhão (PMDB), que assumiu o comando do Estado na quarta-feira (18), já estabeleceu sua principal tarefa à frente do governo: realizar uma auditoria nas contas e nos atos administrativos aprovados no governo de Cunha Lima. Maranhão quer saber o que mais os tucanos andaram aprontando na administração. (leia mais)

Alagoas
Também no Nordeste, outro líder tucano corre o risco de ter o mesmo fim de seu colega paraibano. Teotônio Vilela Filho, ex-presidente do PSDB e atual governador de Alagoas poderá ter que responder nas barras dos tribunais as denúncias que o Ministério Público estadual fez em relação às precárias condições da educação em Alagoas.

Uma radiografia do ensino público alagoano revela que falta de tudo, desde professores até carteiras para os alunos sentarem. "Falta dignidade nas salas de aula", disse a promotora Cecília Carnaúba.

"Há salas em que os alunos escrevem no chão, apoiados em cadeiras velhas. Outros, estão sentados nos birôs ou então uma cadeira é dividida por dois alunos, ao mesmo tempo", afirmou a integrante do MP. "Somos os últimos em analfabetismo no Brasil porque há omissão. É um caos. Há dois depósitos do Estado cheios de carteiras escolares e não são usadas", denunciou a promotora.

Uma pesquisa do Ministério Público indica que o Paraná, com o melhor ensino público do País, segundo o Ministério da Educação, tem 25,6 alunos para cada professor; Alagoas, com o pior ensino, está com 26 alunos para cada professor. "Estes índices não são ruis. Agora, não sei aonde estão lotados os professores do Estado", apontou a promotora.

Segundo ela, o Ministério Público vai cobrar, de imediato, condições dignas para os estudantes. "Se houver prova de irresponsabilidade do gestor, o fato pode gerar até mesmo uma ação de improbidade administrativa", advertiu.

Para a presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Educação em Alagoas, faltam planejamento e disposição política para resolver os problemas da escola alagoana. "Quase perdemos R$ 52 milhões da União, destinados a Educação. Isso só não aconteceu por causa de uma ação do MP", explicou. (leia mais)

Rio Grande do Sul
Na quinta-feira (19), foi a vez da governadora tucana do Rio Grande do Sul, Yeda Crusius, ser apontada como má gestora de recursos públicos. Em uma coletiva de imprensa em Porto Alegre, lideranças do Psol levantaram nove suspeitas contra o governo de Yeda Crusius. Os membros do partido não apresentaram provas, mas garantiram que áudios, vídeos e depoimentos, que estariam sendo analisados pelo Ministério Público Federal (MPF), apontariam que há uma quadrilha dentro do Palácio Piratini, que se utilizou de caixa 2 para chegar ao poder e que utiliza verbas públicas para satisfazer interesses particulares. O Psol vem levantando os dados há um ano e dez meses.

"Temos a convicção de que há uma verdadeira quadrilha instalada no Palácio Piratini. E essa quadrilha precisa ser desmarcarada. Sabemos que tanto o Lair Ferst, réu na Operação Rodin, quanto o Marcelo (Cavalcante) estavam trazendo informações relevantes ao Ministério Público", disse a deputada federal Luciana Genro (Psol-RS). Além de Luciana, participaram da coletiva o vereador de Porto Alegre Pedro Ruas e o presidente estadual do Psol, Roberto Robaina.

Entre as acusações apresentadas pelo Psol estão a de que a empresa Mac Engenharia teria repassado R$ 500 mil à campanha de Yeda de forma ilegal e a de que a governadora negociaria a repartição do dinheiro oriundo da corrupção do Detran gaúcho. (leia mais)

Da redação,
Cláudio Gonzalez
(do site Vermelho, do PCdo B)

sábado, 21 de fevereiro de 2009

Apenas imagine...

É Carnaval! Os salões já estão cheios...


Como sou irremediavelmente do contra - quase chato - estou preparando um material para o início do ano letivo na minha escola. Entre um intervalo e outro, uma esticadinha nas pernas e braços e os planos de amanhã tomar uma cerveja bem gelada...ou uma caipirinha..sei lá! (ninguém é de ferro , né??)


Mas por enquanto é só plano ... só imaginação...



Estou vasculhando, no computador, as minhas pastas com arquivos devidamente mal organizados, procurando algumas coisas antigas do IEPF. Até agora não achei nada do que me propus a procurar mas achei esse vídeo aí, que estava no programa de algumas oficinas lá de 2005 ou 2006.


E abaixo o trabalho ianugural da Oficina de Poesia em 2005...estava revendo as produções da turma (que geralmente era pequena) ... quanta coisa legal! Saudades!


Oficina inaugural. Análise da imagem, do contexto e dos inter-textos.
Pé de página. Pé de meia. Pé de valsa. Pé de boi. Pé de barro. Pé demais!
20 de abril de 2005.
Criação / re-leitura.

Pés

Pés pisam.
Pés passam.
Pés passeiam.
Pés param.

A vida segue.

Pés correm.
Pés chegam.
Percorrem.
Prá lá e prá cá.
Pés peregrinos.
Pés prudentes.
Pés pisados.

Pés calçados.
Pés calados.
Pés cortados.
Pés falantes.
Pés pesados.
Pesam sobre o chão
que pisam.
Pesam sobre as vidas
que levam.

Pés que revelam os percursos.
Pés que são discursos.
(descalços)

Pés indignados.
Pés aflitos.
Pés confusos.
Pés convictos.

*** A imagem reproduzida acima, foto de Sebastião Salgado, estampava um cartaz com o título provocativo "A ganância dos banqueiros dá resultados" , campanha do Sindicato dos Bancários de POA, lançada no Fórum Social Mundial de POA/2005. E desse cartaz, com essa imagem começamos à "poesificar" um pouco.

Mas não esqueçam que é Carnaval, e se dizem que nesta terra tudo acaba em samba, deixo aqui o samba-enredo da SBR Realeza, escola de samba que desfila no domingo em POA. O tema é o Sindicato dos bancários... ouça por aqui

"Sou panfleteiro,piqueteiro e jornaleiro

Sou da luta sindical,

briguei Pintei a cara,

já fui preso e torturado

Mas a liberdade é meu lema principal"

e por aí vai... esquindô-esquindô...

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

Muito tenso!

Acabei de assistir o filme "Ódiquê?" (Brasil, 2007), no Canal Brasil.



É a segunda vez que vejo. É um filme bem tenso. Daqueles em que parece que qualquer coisa vai acontecer a qualquer momento. Com boas atuações e um roteiro eletrizante, o filme traz a história de jovens cariocas, vivendo na "situação", preocupados com o Carnaval que se aproxima e seus planos para festejarem na Bahia.
O filme se passa em uma noite alucinante, onde a violência permanente nas atitudes e nas palvras mostra como é leve a linha que separa a "diversão" do "crime".

Vale a pena assistir. No Canal Brasil passa novamente dia 22 (domingo) as 16horas, um plano "B" para a tarde de Carnaval. E o melhor de tudo: só se entende o filme mesmo, na última cena!


Mas falando em filme tenso, acompanhe as tensões do Governo Yeda e as últimas aqui (leia os posts do dia 19/02)e aqui.
"Por cem mil eu não me levanto da cadeira" frase atribuída à Yeda nas divulgações feitas pelo PSOL, em POA, hoje à tarde.

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

Prato feito

Como já havia prevenido, aqui é um espaço de múltiplas direções, nem sempre com originalidade, mas sempre com o compromisso de fazer andar outras versões.
Quando a correria é grande, a gente mal tem tempo de ler as novidades - que são tantas e tão diversas!!!!!
Mas quero deixar aqui algumas indicações para os debates dos últimso dias:

***Lá do Kiko Machado, no Tomando na Cuia, deixo o link para a matéria sobre a BR-101 e a tentativa de forçar a barra, comparando Lula e FH em questõesincomparáveis! Além da notícia contrahegemônica fica também o bom exercício de análise do(s) discurso(s) da nossa mídia gorda.
.
***O PT tem um plano! Foi lançado hoje na Assembléia Legislativa um plano para combater os efeitos da crise mundial no RS. Chamado "Emprego, renda e proteção social: em defesa da economia e do povo gaúcho" o documento pode ser visto aqui. E saiba mais no PT SUL.
.
***SIM! Chávez segue celebrando a vitória no referendo do último domingo e enquanto a Revolução Bolivariana e o socialismo do século XXI seguem firmes por lá, presidentes do mundo todo estão cumprimentando o "estranho diatdor" que insiste em vencer eleições e consultas populares. Só os *&##@@@##**&& da Veja que insistem com seu Blog de Caracas em instruir o reacionarismo brasileiro. Para o jornalista (sic) a venezuela esta cada vez pior "Esta é a minha terceira visita à Venezuela. A cada nova vez, noto que a situação piora mais um pouquinho".
Ainda assim o povo votou pelo SIM! Lembrando que votar "NÃO" nesse último referendo não é necessariamente a desaprovação a Chávez - tão sonhada e propalada pela revista. Mesmo assim, a cobertura insiste em divulgar (e festejar) o "crescimento da oposição" destacando uma segunda sem anormalidades em Caracas. Haja paciência!! A leitura do Blog só é possível após respirar bem fundo e contar até 10 (várias vezes) tem cada coisa...
Sobre o referendo sugiro ler o Dialógico ou o Júlio Gracia .
.
.
.
Por hoje é isso!
.
Está chegando o Carnaval lunar (dizemos isso aqui em Uruguaiana porque temos uma "micareta" também duas semanas depois) , o ano letivo também se aproxima e meu time estréia na Libertadores em breve.. as duas últimas, coisas que tomarão meu tempo nos próximos meses: tenho que me preparar!

terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

AS veias abertas da América Latina: o livro da minha vida

O que faz de um livro "O" livro da vida de alguém?


Seu conteúdo? O significado da experiência daquela leitura? As reações que temos ao ler/conversar com as páginas? Um pouco de tudo isso talvez.



E mais aquela incontrolável vontade de indicá-lo; anunciá-lo aos quatro ventos, pra todo mundo... repartir os prazeres daquela boa leitura...



Mas isso acontece com vários livros! O que, então, faz uma obra saltar à mente quando se fala em "livro preferido" ou "livro da sua vida"?
Não sei! Não faço idéia!

Vou tentar lembrar da minha história com esse livro...


Era 1998 ou 1999, portanto ainda no século passado, andava eu "ratiando" pela Biblioteca da PUC em Uruguaiana ("ratiando" mesmo, eu era meio rato de biblioteca!)... Passeava entre uma aula e outra de final de semestre, pelas estantes de História. Cruzei os olhos por um livro azul, capa dura, título em italiano; alguma coisa como "vene aperte dell'America Latina" . Folhei a edição em italiano, sem entender quase nada e algo me fez correr os olhos pela estante até chegar aos exemplares em espanhol e a uma meia duzia, um pouco mais talvez, em português. De pé, em frente àquela prateleira, fui lendo orelhas e prefácios que me trouxessem detalhes sobre o autor e a obra. Algo me intrigava ainda: uma estranha familiaridade com aquele título e com aquela capa!



Lógico que retirei aquele livro e levei para casa. Mais tarde acabei descobrindo que "As veias" estava presente, junto a outros livros, em um encarte do Rage Against the Machine, uma banda que eu ouvia muito desde 94 ou 95 (quem conhece sabe da atitude e do som dos caras, quem não conhece vai no link e desfruta! ou clica aqui). Hummm.. tínhamos algo em comum então!!!



A leitura foi logo me revelando quem era esse uruguaio chamado Eduardo. Com toda sua sagacidade e acidez na descrição satírica e crítica da história da formação do nosso continente, fez uma narrativa envolvente, daquelas que te leva dos bairros populares do Rio de Janeiro até as lavouras do Caribe; de um navio singrando os mares do nosso continente até os balcões de negócios do Norte; das selvas onde o povo camponês organiza sua resistência à United Fruit Co. até o ancestral ritual inca nas alturas peruanas... Desvela e desmonta os mecanismos e artimanhas da exploração colonial e do imperialismo; demonstra por que a riqueza da América Latina constituiu-se em sua ruína dentro de um sistema exploratório e excludente, desde os mitayos até os bóias-frias, do Pacto Colonial aos tratados de livre comércio...



É um livro que fez de mim um leitor melhor, um professor melhor e uma pessoa melhor do que eu seria se não o tivesse lido.

Por coincidência, em algum semestre posterior, em História da América II ou III, trabalhamos com essa bibliografia. Lembro que foi um grande prazer e tive a oportunidade de encerrar o seminário daquele ano com a "minha" leitura das "Veias", num distante sábado à tarde de 1999. Algo inesquecível !(pena que não tenho mais os relatórios e resenhas daquelas aulas).
Lembro que a professora era Rita Gatiboni, que encontrei anos depois num Fórum Social Mundial em POA, em uma oficina sobre Direitos Humanos.

No FSM, entre muitas outras coisas, sempre ia atrás das atividades com o Galeano.


A bibliografia do Galeano, com seus livros além de crônicas e artigos publicados pelo mundo todo, formam uma obra belíssima, unindo a sutileza do seu refinado humor e sarcasmo à dureza de sua crítica engajada e bem fundamentada. Uma beleza!


Baixe o e-book aqui (digitalizado e revisado pelo Coletivo Sabotage)

Blogagem coletiva: O Livro da minha vida (+ outras coisas)

E bueno! chegamos ao dia 17 de fevereiro, dia da blogagem coletiva proposta pelo Fio.
E também nosso post mensal sobre leituras! Vamos lá!

Essa é minha pequena. Com pinta de leitora atenta, se não fosse o fato do livro estar de cabeça pra baixo!!!! Mesmo assim quero incluí-la na postagem e começar falando sobre o livro da vida dela (que, logicamente, eu que acho!!!).

A Luciane e eu volta e meia estamos mexendo com livros e leituras, tanto que a Poliana volta e meia nos capoteia algum livro (como na cena acima) ou alguma folha e fica em posição de leitura, quem não conehce pensa que está lendo mesmo, até passando do dedo pelas linhas (hehehehe). Desde muito cedo, até mesmo ainda na barriga nos pegamos lendo pra ela.

Ela já teve um livro de borracha, para levar pra banheira, mas aquele era tão colorido e fofinho que o mais legal mesmo era morder todo!!

Depois ganhou alguns daqueles que, quando abre a página, a montagem da cena sai, com dobraduras e relevos, por sobre as páginas do livro. Tudo muito lindo... até o dia em que os 7 anões sumiram e apareceram na História de João e Maria!!!!

Hoje a gente tenta ler "Uma História por dia"! Tem de tudo um pouco: fábulas, lendas, contos, passagens da Bíblia, etc...

Mas quero insinuar que o livro da vida dela (até esses 22 meses!) seja do Ziraldo. Um pouco pelo fato de que meu primeiro livro foi um exemplar de o Menino Maluquinho, em 1986, quando estava na 1ª série, outro tanto pelo presente afetuoso que foi o "Muito prazer, bebê!" e também pelo autógrafo trazido junto, que é um baita incentivo à leitura :


(Clicando na imagem também se vê a dedicatória feita pela turma do UFA! e do Tomate, ali no cantinho! valeu , gente!!!)
E no fundo, Ziraldo com o "Maluquinho" é também um pouco livro da minha vida (rsrsrs). Olha aqui eu revisitando o livro 21 anos depois (set/2007)
*** Tem outro post ainda!!!!

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Galeano vê a democracia mundial


Como prometido aqui está a transcrição da fala de Eduardo Galeano, no vídeo do post abaixo. Não que seja pela compreensão, por que ele fala em espanhol muito facil de ser entendido.; mais pelo registro mesmo. Pode ser útil...

olá! Boa noite a todos!Antes de tudo estou moralmente obrigado a contestar algumas terríveis calúnias que se têm passado.
Em primeiro lugar que "As veias abertas" não foi escrita há 40 anos, são trinta e um pouquinho só!
E em segundo lugar, isto de que sou irônico e sarcástico!? Isto não corresponde a realidade. Eu simplesmente conto as coisas que vejo.
Por exemplo, outro dia eu escutei um cozinheiro que reuniu todas as aves: as galinhas, os gansos, os pavões, os faisões e os patos. E escutei o que ele dizia - me pareceu interessante e queria contar-lhes.O cozinheiro lhes perguntava com que salsa queriam ser comidas! Umas das aves, creio que uma humilde galinha, disse: - Nós não queremos ser comidas de maneira alguma. Ao que o cozinheiro respondeu: - Isto está fora de questão!
Me pareceu interessante essa reunião porque me parece uma metáfora do mundo. O mundo está organizado de tal maneira que temos o direito de escolher a salsa com que seremos comidos.(aplausos)
Quem manda no mundo?
Dizem que é um mundo democrático. Mas eu me pergunto até que ponto é democrático onde a soberania dos países foi convertida em um objeto.
Vou citar exemplos concretos que me parecem úteis. Por exemplo o organismo que governa aos governos no mundo de hoje, o Fórum Monetário Internacional está dirigido por cinco países.E dá as ordens a quase todos os países do mundo, salvo aos países que dão as ordens, claro! Porque podem ser sádicos, porém não masoquistas! (risos e aplausos)
O Banco Mundial é mais democrático e temos que reconhecê-lo e deixar clara essa grande diferença: enquanto o Fundo Monet´rio Internacional é dirigido por 5 países, o Banco Mundial é dirigido por 8 países !
Depois temos a Organização Mundial de Comércio, cujos estatutos definem que as decisões se tomarão por voto democrático. NUNCA SE VOTOU NA OMC ! (risos) NUNCA! Nenhuma Vez!
Se utiliza o princípio stalinista da aclamação. As decisões se tomam por aclamação. O organismo anterior, que se chamava GATT, votou uma vez; não foi uma boa experiência e não se repetiu. Nunca se repetiu.
Então, podemos falar de um mundo democraticamente organizado quando o mundo depende de trÊs organismos não democráticos que tomam as decisões no lugar da humanidade?
A guerra e a paz
Poderíamos também, se o tempo permitir, falar do Conselho de Segurança das Nações Unidas, que hoje em dia parece que as guerras estão bem quando as Nações Unidas as aprovam e estão ruim quando não as aprovam.Porém de quem parte está definição? AS Nações Unidas estão formadas por uma Assembléia Geral, e ali estão todos os países. Todas as vozes (...) Mas é simbólica! A Assembléia Geral é simbólica! Não toma decisões, apenas formula recomendações. As decisões são tomadas pelo Conselho de Segurança que é formado pelos cinco países que têm direito de veto. Quem tem direito de veto é que decide.Eles velam pela paz mundial porém são so cinco principais fabricantes e vendedores de armas no mundo ! (aplausos)Estados Unidos, Inglaterra, França, Rússia e China: os cinco principais fabricantes de armas do mundo são os que tem a seu cargo nossa paz. Fazem o negócio da guerra e vendem a paz também. (aplausos)
E como se mantém esse sistema de poder ?
Onde? Como? Através sobretudo dos grandes meios de comunicação que reproduzem o sistema de poder e que tomam exames de democracia de cada país. São grandes meios de comunicação que confundem a liberdade de expressão com a liberdade de pressão. E foram definidos com maestria por algum anônimo que escreveu em um muro "Nos diários dizem : Chove!"
Caso Venezuela
O caso mais claro e escandaloso de manipulação da opinião pública mundial é o caso da Venezuela.No teatro do bem e do mal há uma distribuição de funções entre os anjos e demônios. E Hugo Chávez é um dos principais demônios, é um ditador do ponto de vista da fábrica da opinião pública mundial. Hugo Chávez é um ditador, um estranho ditador sem dúvida! Ganhou 8 eleições em 5 anos. E agora recentemente, no referendo foi o primeiro presidente na história da humanidade que colocou seu cargo à disposição das pessoas; e ganhou! 6 x 4! 60% contra 40%.Foram eleições a que assiti como observador e posso dar o testemunho que foram eleições transparentes. Foi a primeira eleição que se conseguiu evitar que os mortos votassem (risos) que na Venezuela tinham esse mal-costume de votar!E também, se consguiu evitar que cada pessoa votasse muitas vezes. Por mal d eparkinson que muita gente colocava muitos votos nas urnas, a mesma pessoa.Então a Venezuela é um país estranho onde ocorre isso e aomemso tempo o mundo assiste às denúncias por falta de liberdade de expressão. Quando liga-se a televisão e na tela da televisão se assiste a um senhor que diz "Aqui não há liberdade de expressão!"Liga o rádio, e na rádio há uma voz que clama "Aqui não há liberdade de expressão!".E abre o diário e um título que diz no jornal " Aqui não há liberdade de expressão!"
Os (muy!!!)democratas venezuelanos
Só um meio de comunicação foi fechado nos últimos cinco anos: o canal 8 de Televisão, porém não foi fechado por Chávez mas pelos "democratas" que tomaram o poder por um golpe de Estado durante 48 horas. Em 48 horas fecharam tudo!!! Fecharam a Assembléia Geral!!! Anularam a Constituição !!!!Estranha ditadura e estranhos democratas!!
Considerações finais
Eu creio que existe aí um divórcio exemplar entre a realidade real e a realidade virtual que os meios de comunicação mostram como única realidade possível.E qual a explicação para isso? Lhes conto.
Em Venezuela haviam 5 milhões de pessoas sem direitos cívicos porque não tinham documentos, e seus filhos não podiam ir às escolas porque não tinham certidões de nascimento. Isso é o que Chávez está mudando!
Pois em pleno paraíso petrolífero que chamamos de "Venezuela Saudita" havia um milhão e meio de analfabetos, que agora estão se alfabetizando. E isso explica a fúria dos grande meios, ditos de comunicação, que "incomunicam" a gente. Comunicação incomunicante!
E também explica o resultado dessa eleição e das eleições anteriores porque existe um povo que resume sua atitude de maneira perfeita atravéz da frase, que disse um venezuelano pobre que foi entrevistado recentemente - que é mais expressiva que qualquer discurso - disse:
"Eu não quero que Chávez se vá porque não quero voltar a ser invisível!"

por quê não se cala?

É estranha a forma de nossas burguesias latino-americanas se reportarem à democracia quando seus resultados eleitorais não correspondem aos seus interesses. No Brasil é comum ler muita gente de "otoridade" afirmar que um cara como Lula só tem o êxito que tem por causa da desinformação e ignorância da maioria do "povinho" que se contenta com pouco. O mesmo povo "bão" que elegeu o príncipe FFHH para comandar a venda do país e modernizar, a seu modo, a economia e o Estado Brasileiro. Só pra ilustrar (eu nem ia falar disso mas é que dá raiva!) a edição da Veja da semana passada além de colocar a foto de Lula ao lado da foto do "Castelo de Edemar(DEM), - em duas matérias bem distintas, mas estratégicamente emparceiradas no visual para quem folheará apressadamente a revista nos consultórios pelos próximos meses - cita que Lula tem o discurso adequado (populista segundo as elites) e a caneta na mão (num tom pejorativo, insinuando autoritarismo, eu diria). Por acaso ninguém suspeita que Lula, o Governo e o PT façam política não? (melhor nem ver mas a matéria da VEJA tá aqui)

Mas o caso mais emblemático de toda a oposição conservadora do mundo é o que se abate sobre a Venezuela. O resultado eleitoral desse domingo (15/02) masi uma vez calou a boca da grande imprensa mundial e de seus repetidores em todos os níveis. Para falar sobre democracia no mundo e , em especial na Venezuela, deixo um vídeo do Galeano, de algum tempo atrás, que permanece atual e merece ser revisto
Downloads: 0 Views: 107507
Amanhã, eu coloco também a transcrição que fiz dessa fala do Galeanao...agora tenho q dormir!!!!! Abraço!

EM TEMPO: Com pesar ao dar a nota sobre a vitória do SIM chavista no domingo, VEJA ainda se presta a nominar no seu link como "Chávez mais autoritário" ... Haja paciência!!! Por quê a revista não se cala???

Os que acusam Yeda!?

Aqui no RS ainda repercutem os outdoors! Mesmo que estejam devidamente cobertos, já revelaram a face do Governo. Não que tenham sido ditas novidades, muito pelo contrário(!), a queda livre tem sido anunciada pelos próprios aliados do Governo. Para provar isso, reproduzo abaixo algumas falas que deveriam estar incluídas entre as ameaças de processo e censura... o problema é que são de "aliados"! E revelam ainda mais a intensidade das mazelas que o RS sofre com esse "des"governo tucano.
(Estas falas foram extraídas do RS Urgente, blog que acompanho e recomendo a leitura dos posts de sexta e sábado)

Chico Santa Rita, marqueteiro de Yeda, em 2006, após receber cheque
sem fundos e se desligar da campanha:
“Ela fala em planejamento, mas onde está o planejamento da própria campanha? Ela dizia que planejar é lançar uma luz sobre o futuro. A luz que ela lança sobre o futuro está com a lâmpada queimada”. A campanha é absurda, feita sem planejamento, sem respeito humano. Espero que o crescimento que essa campanha ia ter, porque era viável, seja abortado pelos gaúchos. O que seria desse Estado, que já tem problemas, se cair na mão desse pessoal.”

Paulo Feijó, vice-governador, em entrevista ao jornal ABC Domingo
(27/01/2007), acusa Yeda de mentir sobre o tema dos impostos:
“Ela categoricamente disse várias vezes: ‘No meu governo não haverá aumento de imposto. No meu governo não haverá manutenção disso’”

Ex-secretário estadual de Segurança Pública, Ênio Bacci, logo
após ser demitido pela governadora, em abril de 2007:
“Venceu a bandidagem.”

Antônio Dorneu Maciel, em conversa telefônica com o ex-presidente do
Detran, Flávio Vaz Netto, interceptada pela Operação Rodin que apurou a fraude no Detran:
“Ela é sem-vergonha mesmo. Ela faz assim. Ela logra as pessoas. Ela joga uns contra os outros. Tá vendo. Tá vendo. Ela já ta criando inimizade com o Flávio e comigo.”

Paulo Feijó, vice-governador, em entrevista ao Valor(14/07/2008):“É centralizadora e totalmente autoritária, não dá responsabilidade a absolutamente ninguém, Ela nos abandonou, nos traiu”.

Mercedes Rodrigues, ao pedir demissão da Secretaria estadual da
Transparência, criada após escândalos de corrupção (Outubro de 2008):
"Não há interesse verdadeiro do governo em combater as irregularidades. Que desculpa iremos apresentar quando ocorrer de novo? Não poderemos mais dizer que não sabíamos. Se eu ficasse, estaria avalizando essa situação”.

Paulo Feijó, em artigo no seu blog, em novembro de 2008 “Nosso governo pensou em zerar seu déficit em dois anos e deixar para que os outros governos paguem os próximos 28 anos desta dívida. O nosso governo tergiversa, esconde-se ou sai pela tangente quando se fala que o empréstimo foi um mau negócio para os gaúchos. Afinal, é o povo que pagará mais essa conta, cobrada em prestações mensais desde já”.

No fundo chega a ser divertido, tem uma pitada de comédia! Mas quando a gente chega na escola pública estadual, por exemplo, a gente lembra que a história é triste.


domingo, 15 de fevereiro de 2009

Blogagem coletiva: o livro da minha vida

No mês passado, provocado pelo UFA!, fizemos um tópico sobre leituras (veja aqui).
Ficamos com a proposta de, pelo menos uma vez por mês colocarmos algumas indicações de leituras; coisas novas ou antigas, lidas pela primeira vez ou relidas merecidamente outras tantas. E nesse mês caí na rede do Fio de Ariadne. Pois bem, logo estaremos com a postagem! É terça-feira!!!!

Para cumprir o combinado, mesmo que tardiamente, posto aqui o selo, as regras e divulgação, divulgadas a partir do blog linkado acima (Fio de Ariadne):
... .....
Estou propondo então, uma blogagem coletiva para o dia 17 de fevereiro de 2009 com este tema.: O livro da minha vida. Tenho um palpite de que sairão posts excelentes.

Caso deseje participar:

1. Deixe seu nome e blog na caixa de comentários deste post;
2. leve o selo da coletiva ;
3. Faça um post sobre o evento no seu blog, contendo este passo-a-passo e divulgue o selo;
4. Prepare na data marcada um post falando sobre o livro, sobre a experiência de lê-lo, o que marcou, o que quiser falar sobre ele. Trata-se do livro da sua vida, você é quem manda.


Até breve!

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Protesto e censura


A campanha lançada por um coletivo de entidades sindicais, representantes de diversas categorias de servidores públicos do RS, colocou na pauta o tema do des-governo PSDB aqui nestes pagos.

Desde alguns dias, outdoors com um rosto mascaradao anunciavam pelo estado todo: "Dia 12/02 conheça a face da corrupção"; ou "da mentira"; ou "do autoritarismo". Cerca de 300 outdoors começaram então, no dia 12, a receber a nova imagem com a foto da governadora, como o banner reproduzido ao lado, que foi apresentado no ato unificado dos servidores públicos em POA.

A campanha é forte e denunciatória dos "truques" de Yeda. Desde antes do dia 12 gerou instabilidade no governo que iniciou uma guerra de intimidação com o CPERS e outras entidades e também contra o Henrique, da Interlig, agência que desenvolveu essa campanha. A tentativa de represália feita pelo governo recebeu eco no Ministério Público que "recomendou" a retirada das imagens, avalisando a censura imposta pelos atuais ocupantes do Piratini.

Mas a tucanada empoleirada em frente à Praça da Matriz tem aliados importantes no trabalho de censura. Desde ontem (12/02) procuro imagens dos outdoors espalhados pelo Rio Grande; não consegui nenhuma. O Portal ClicRBS divulgou algumas imagens como a que reproduzo abaixo:

É o cúmulo !!! Além da cobertura dos telejornais que só faltaram divulgar a sentença condenando a campanha publicitária por "ataques à honorabilidade do governo" e "desrespeito com a imagem pessoal", no seu veículo na internet dão um show de desinformação e só mostram outdoor coberto ! É dose! Mas não surpreende ninguém!

Blogs como a vida é
Ainda bem que a turma blogueira consegue dar voz a outras versões. Divulgando outras questões sobre o fato, deixo o convite para que conheçam (ou revejam) dois blogs: o RS Urgente e o outroLADOdaNOTÍCIA.

Também vale a pena visitar o portal do CPERS com a notícia do ato e para fazer justiça ao conjunto de entidades combativas que assumiram essa campanah conheça também:
Sindicaixa,
Ugeirm/Sindicato,
Sindisepe,
Simpe,
Sindiágua,
Semapi,
Sindjus-RS,
Sindet (Sindicato dos Trabalhadores do DETRAN) e
Federação dos Bancários do RS.

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Respeitável público

O CIRCO ESTÁ ARMADO !!!!!
Mexendo com a imaginação e com a fantasia de todas as idades, o Circo encanta e fascina. Seja pelo colorido; pelo espetáculo, pela alegria. Reunidos em torno do picadeiro, o choro vira riso; o palhaço vira herói; a varinha de condão e a cartola mágica transformam qualquer coisa!
INCRÍVEL!!! ESPETACULAR !!!
Até que apareça algum "Mister M" e revele os segredos de cada truque.
E não é que a bancada do PT no RS resolveu bancar o paladino mascarado?

Na publicação "Os Truques do Governo Yeda" (apresentados com pesar), foram revelados os segredos de alguns dos "espetáculos" apresentados por Yeda e sua trupe. Gostei da idéia e resolvi explicar alguns também. Vamos lá:


TRUQUE: Déficit Zero.
EXPLICAÇÃO:O tal Déficit Zero é alcançado cortando-se os investimentos e gastos do Estado com os programas sociais e serviços públicos. Na verdade, o que os espectadores veem é apenas o dinheiro que deixou de ser investido nas escolas, em saúde, na segurança, etc...
PARA FAZER EM CASA: Deixe de pagar o aluguel ou a conta de luz alguns meses; compre menos comida do que sua família precisa; não faça reformas nem mesmo se o teto parecer que está desabando; mantenha as roupas velhas; não compre revistas ou livros e nem invista em cultura,lazer e educação para sua família. Viu como é fácil? Agora você já tem recursos suficientes para entregar aos bancos ou para "farrear" com seus amigos empresários. AHN? Não tem amigos empresários? O Governo Yeda tem.

TRUQUE: Defesa da ordem pública
EXPLICAÇÃO: É um truque muito antigo. Quem muito gostava dessa mágica era o presidente Washington Luís que lá pelo final dos anos de 1920, anunciava: "a questão social é um caso de polícia".
O truque é simples: impeça manifestações sindicais e de movimentos populares, tranque estradas e pontes, e quando algum ato público ou manifestação acontecer, caia em cima com bastante porrada. Cães e bombas dão um efeito ainda maior ao truque, que fica ainda mais exuberante com o corte de salários e perseguição à sindicatos.
PARA FAZER EM CASA:Bata nas crianças sempre que elas perguntarem ou pedirem qualquer coisa. Quando estiverem quietas, amarre uma perna ou um braço para que se acostumem à ordem e à harmonia que você tanto pratica.

TRUQUE: Ilusionismo / manter as aparências
EXPLICAÇÃO: Diz uma coisa e faz outra. Afirma que não vai criar ou aumentar tributos e logo manda um "tucanaço" para a a Assembléia; vive em crise com seu secretariado, batendo recordes na dança das cadeiras, mas segue dizendo que tudo está bem e o governo está em harmonia. Na verdade esse truque funciona como abertura ou encerramento de algum outro. É como uma cortina de fumaça para desviar as atenções e só é possível com bons assistentes de palco, de preferência alguma rede de comunicação com rádios, jornais e programas de Tv de bom alcance e influência.
PARA FAZER EM CASA:Sorria sempre, em qualquer circunstância. Leia livros de auto-ajuda e sempre indique para alguém. Use muita perfumaria.

TRUQUE:Transferir dinheiro público para o setor privado
EXPLICAÇÃO: Este é dos mais difíceis, apesar de muito praticado no Governo Yeda. O principal deles começa com a palavra mágica : "SHAZAM"! ...não, não...acho que se diz "DETRAN"!
Em geral trata-se de corrupção, roubo,mão-leve, mão-grande, mas também têm variedades mais sutis como o exemplo do "EU ME CONTRATO",modalidade de transferência onde a mesma pessoa que coordena uma licitação é também dona da empresa que vence a licitação (PROCERGS). Ou o "EU ME CUIDO", quando pessoas indicadas pelas empreiteiras fiscalizam as obras e serviços das mesmas empreiteiras(!)(DAER). Ou ainda o "EU LHE PAGO", que é um truque muito engraçado no qual entidades empresariais, com grandes intere$$es no governo, pagam polpudos complementos salariais a membros influentes do governo.
NÃO TENTE FAZER EM CASA:Nunca na história da magia foi verificado esse truque em versão doméstica. O mais próximo parece ser o caso do cara que tinha duas mulheres, mas isto também não é muito recomendável...

Estes truques que expliquei acima são apenas alguns. Confira o material no PT SUL ou encontre um exemplar impresso.
Pelo jeito que vai,em 2009 a casa cai. OPA! CASA!!!????
Tá aí outro truque da Yeda; só que esse nem ela explicou até agora!!!
Desse jeito o circo vai é pegar fogo!

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Ainda sobre a GREVE...

Em 2008 as escolas estaduais do RS realizaram uma importante greve em defesa da escola pública, do plano de carreira e da gestão democrática. A ofensiva tucana sobre nosso estado tem sido tão dura que, cada vez mais, nossos movimentos têm sido reativos, apenas respondendo aos ataques e "segurando o rojão". A categoria sentiu os golpes da governadora; alguns reagiram como o governo esperava e queria; voltaram pras suas atividades,quietinhos... Outros/outras puxaram forças e enfrentaram a luta, numa demonstração de que ainda existe capacidade de indignação e resistência para superar a truculência de Yeda e sua intrépida trupe.

Mas o bicho é tão teimoso que não bastou o fim da greve. Contrariando as estatísitcas, numa citação do ManoBrown meio às avessas, o governo do PSDB no RS resolveu entrar pra história pelo corte de ponto - leia-se SALÀRIO - e pela perseguição à organização sindical (entre muitas outras marcas negativas!).

Ao final de duas semanas de greve, em novembro de 2008, os contracheques começaram a chegar confirmando os avisos (ameaças!) da Yedinha e sua cupincha, Mariza. Salários de R$ 5,00, R$ 9,00, R$ 14,00, R$ 18,00 ... Facilitando ainda mais para o tal Déficit Zero - uma espécie de Bicho Papão que deveria se chamar "Investimento ZERO", "Serviços Públicos ZERO" ou "Valorização do Servidor ZERO", porquê déficits esse governo têm acumulado aos montes com o povo gaúcho!

O problema, além do desrespeito à história de lutas da categoria e a algumas interpretações correntes da legislação sindical (que só surpreemdeu os desavisados demais ou aqueles que querem se fazer de bobo mesmo) foi que a aplicaçãodo tal "Decreto de 28/10/08" foi revestido de uma teimosia cruel e imbecil (quase digo teimosia infantil, mas a infância é tão bonita que não merece estar perto desse tipo de coisa).
A sanha, a vontade mesquinha de punir por punir; de descontar dias de serviço que seriam - como já foram - cumpridos na reposição das aulas; criou casos ecausos dos mais diversos. Teve gente que não fez greve e até hoje nãorecebeu direito, todo mês tentam arrumar salário mas descontam algo errado. Teve gente que fez a greve e nunca foi descontado um centavo. É cada enrosco que só serviu para mostrar a falta de habilidade de Yeda-Mariza em lidar com a categoria, sendo incompetentes para negociar e incompetentes para aplicar o corte de salários!

Ao final de tudo isso, o pessoal perguntava nas escolas, como teríamos de volta nosso quinhão expropriado? Sempre apontei, a partir do que via na ação do sindicato e nas relações entre os "poderes" em jogo, que haviam três caminhos:

1º) A negociação com Governo
Ou seja: esqueça!
A tentativa de diálogo com Yeda é praticamente impossível. Com seu governo não há possibilidade de diálogo nem de divergência, mesmo assim o CPERS protocolou diversos pedidos para conversar com a Governadora e negociar. Nos últimos dias da Greve protocolou mais um. Esperávamos pelo menos ser atendidos,. mas nunca criamos expectativas de que,conversando, seria derrubado o Decreto e o arbítrio de Yeda-Mariza.

2º)A via judiciária
Muito já ouvi que a justiça tarda mas não falha (ou é a cavalaria que sempre chega atrasada?). Mas também...com aquela venda nos olhos ela nem sabe pra que lado está indo!!!
O processo foi encaminhado; a liminar foi negada. E a discussão vai se estender por algum tempo. Então, por esse caminho é só esperaaaaaaaaaaaaarrrrrrrrr....

3º) Decreto legislativo
Quando um ato do executivo é considerado abusivo, ele pode ser revogado por Decreto Legislativo. Esse é oc aminho que apontávamos como o mais rápido.
A Assembléia Legislativa, a partir das bancadas do PT, PCdoB, PSB e PDT encaminhou e aprovou um decreto abonando os dias de greve. O Decreto foi aprovado com mais de 40 votos e nenhum voto contrário. Algumas ausências estratégicas, mas ninguém votou contra!
O problema é que agora, com o Veto da Governadora ao Decreto Legislativo, a Assembléia tem que derrubar esse veto e aí já tem uns roendo a corda!!! Veja a nota do CPERS e ajude a pressionar essa "turma":

Ponto da greve: pressão para derrubar veto de Yeda deve ser mantida


No final do ano passado conseguimos uma importante vitória ao garantirmos a aprovação do projeto que anistiava os dias de greve. A governadora, no entanto, vetou a proposta aprovada pelo Legislativo. O veto, segundo informou o jornal Zero Hora, em sua edição de 5 de fevereiro, deve ser analisado pela Assembléia no início de março.
Precisamos manter a pressão para garantir a derrubada do veto. Para isso é fundamental que todos os trabalhadores em educação encaminhem e-mails para os parlamentares cobrando a derrubada do veto.
Levantamento feito por Zero Hora aponta que, dos 36 deputados governistas, 14 estão indecisos e 11 se manifestaram favorá! ;veis ao veto. O jornal não conseguiu localizar os deputados Luis Augusto Lara, do PTB (deputado.lara@al.rs.gov.br) e Mano Changes, do PP (mano.changes@al.rs.gov.br). Veja quadro abaixo:
Favoráveis(ao veto da Yeda,ou seja; permitem o corte de salário)
Alceu Moreira (PMDB) - alceu.moreira@al.rs.gov.br
Marco Peixoto (PP) - marco.peixoto@al.r! s.gov.br < br />Pedro Westphalen (PP) - pedro.westphalen@al.rs.gov.br
Berfran Rosado (PPS) - berfran.rosado@al.rs.gov.br
Paulo Odone (PPS) - paulo.odone@al.rs.gov.br
Adilson Troca (PSDB) - adilson.troca@al.rs.gov.br
Coffy Rodrigues (PSDB) - coffy.rodrigues@al.rs.gov.br
Nelson Marchezan Jr (PSDB) nelson.marchezan@al.rs.gov.br
Paulo Brum (PSDB) - paulo.brum@al.rs.gov.br
Pedro Pereira (PSDB) - pedro.pereira@al.rs.gov.br
Zilá Breitenbach (PSDB) - zila.breitenbach@al.rs.gov.br
Contrários
Marquinho Lang (DEM) - marquinho.lang@al.rs.gov.br
Paulo Borges (DEM) - paulo.borges@al.rs.gov.br
Alberto Oliveira (PMDB) - alberto.oliveira@al.rs.gov.br
Alexandre Postal (PMDB) - alexandre.postal@al.rs.gov.br
Álvaro Boessio (PMDB) - alvaro.bo! essio@al.rs.gov.br
Gilberto Capoani (PMDB) - gilberto.capoani@al.rs.gov.br
Nélson Härter (PMDB) - nelson.harter@al.rs.gov.br
Cássia Carpes (PTB) - cassia.carpes@al.rs.gov.br
Silvana Covatti (PP) - Silvana.covatti@al.rs.gov.br
Indefinidos
José Sperotto (DEM) - jose.sperotto@al.rs.gov.br
Edson Brum (PMDB) - edson.brum@al.rs.gov.br
Fernando Záchia (PMDB) - fernando.zachia@al.rs.gov.br
Sandro Boka (PMDB) - sandro.boka@al.rs.gov.br
Adolfo Brito (PP) - adolfo.brito@al.rs.gov.br
Francisco Appio (PP) - francisco.appio@al.rs.gov.br
Frederico Antunes (PP) - frederico.antunes@al.rs.gov.br
Jerônimo Goergen (PP) - jerônimo.goergen@al.rs.gov.br
João Fischer (PP) - joao.fischer@al.rs.gob.vr
Carlos Gomes (PPS) - carlos.gomes@al.rs.gov.br
Luciano Azevedo (PPS) - luciano.azevedo@al.rs.gov.br
Abílio dos Santos (PTB) - abilio.santos@al.rs.gov.br
Aloísio Classmann (PTB) - aloisio.classmann@al.rs.gov.br
Iradir Pietroski (PTB) - iradir.pietroski@al.rs.gob.br

João dos Santos e Silva, assessor de imprensa do CPERS/Sindicato


Esse apenas das bancadas do governo Yeda. PT, PCdo B, PSB e PDT seguem firmes na defesa do Decreto.
A luta continua!

terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Aniversário do PT



Data de comemoração sim! Porquê a boniteza da luta também consiste na alegria e na partilha de sonhos e ideais. Data de festejar sim! Porquê nossa história merece ser celebrada. Data de reflexão sim! Porquê avaliar e planejar são atos indispensáveis para a militância petista!

Muito circula e circulará pela imprensa, o próprio PT lançou um portal comemorativo, nesse espaço quero só deixar dois fragmentos que julguei interessantes. Foram tirados do Manifesto de Fundação do Partido dos Trabalhadores e guardam muito de atualidade e referência para a ação política hoje!

A mais importante lição que o trabalhador brasileiro aprendeu em suas lutas é a de que a democracia é uma conquista que, finalmente, ou se constrói pelas suas mãos ou não virá. A grande maioria de nossa população trabalhadora, das cidades e dos campos, tem sido sempre relegada à condição de brasileiros de segunda classe. Agora, as vozes do povo começam a se fazer ouvir por meio de suas lutas. As grandes maiorias que constroem a riqueza da Nação querem falar por si próprias. Não esperam mais que a conquista de seus interesses econômicos, sociais e políticos venha das elites dominantes. (...) (...)O Partido dos Trabalhadores pretende que o povo decida o que fazer da riqueza produzida e dos recursos naturais do país. As riquezas naturais, que até hoje só têm servido aos interesses do grande capital nacional e internacional, deverão ser postas a serviço do bem estar da coletividade. Para isso é preciso que as decisões sobre a economia se submetam aos interesses populares. Mas esses interesses não prevalecerão enquanto o poder político não expressar uma real representação popular, fundada nas organizações de base, para que se efetive o poder de decisão dos trabalhadores sobre a economia e os demais níveis da sociedade. (trechos do Manifesto de Fundação do PT - 1980)


No Diretório Municipal do PT em Uruguaiana, a data foi marcada por um painel com o tema "PT 29 anos: o Brasil no Rumo Certo".
Começou as 9 h com a companheira Mariza Camargo, presidente municipal do partido, apresentação de datas e imagens marcantes na história do PT.
Momentos históricos que construiram o Partido dos Trabalhadores foram relembrados e discutidos. Maria de Lourdes Brondani D'ávila, docente do curso de História da PUC e recentemente candidata á prefeitura de Uruguiaiana , afirmou: "é impossível contar a história desse país, no século XX, sem falar do Partido dos Trabalhadores". É possível conferir muita simagens e documentos históricos no portal dos 29 anos.

O debate não podia deixar de falar na conjuntura de crise financeira mundial. Quando destacaram-se algumas medidas que permitiram ao Brasil, evitar os efeitos mais duros que certamente se abateriam sobre nós em outras épocas.

As políticas de desenvolvimento e a inclusão da população no mercado de consumo de bens e serviços básicos, através de programas de transferência de renda e inclusão social colocam o país em outro patamar nas relações internacionai. Inclusive hoje e amanhã, o presidente Lula receberá cerca de 4 mil prefeitos e prefeitas de todo o país , de vários partidos, para discutir saídas e apresentar propostas de desenvolvimento pára os municípios. Falam em "PACzinho" dos municípios; mas a mídia gorda, com sua conhecida má vontade e seu perfil antipopular e antipetista refere-se ciniciamente ao "Pacote de Bondades" do Lula. (Nosso prefeito está lá também, veremos o que vem depois!)

"Antes éramos parte do problema; agora somos parte da solução." Dilma Roussef

As 19 horas a atividade é concentração e mateada na Sede do PT, onde será passado o vídeo "Lula: o companheiro presidente", contando a história de Lula e do PT até a vitória nas eleições nacionais de 2002.

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Boa lei... mas não no nosso Rio !

Não estou voltando ao assunto da água, nem falando do nosso Rio Uruguai, apesar da importância e da recorrência que esse tema tem e terá em 2009.

Falo de uma lei bastante interessante e que está sendo veiculada via internet, mas que só vale no Rio de Janeiro, não no Rio Grande do Sul.


A lei 3.051/98 aplica-se apenas ao estado do RJ.
Quando recebo algum e-mail tipo corrente ou com pedidos de repassar, meu primeiro impulso é não enviar.
Quando por algum motivo, de relevância do tema ou de beleza das palavras ou imagens veiculadas tenho um estalo de encaminhar pros meus contatos, dou uma segurada e acabo checando alguma coisa; a veracidade, a autoria, a precisão de alguma informação...
Assim já me salvei de enviar 20 mensagens diferentes para ganhar um notebook da Ericsson; deixei de avisar meus amigos sobre o golpe da gangue internacional de transplantes de órgãos aplicado em boates e casas noturnas aplicando-se aos copos de bebida uma substância que laboratório nenhum no mundo afirma conhecer, também não repassei o lindo texto "Quase vida" atribuído ao LF Veríssimo mas que o próprio já afirmou em cadeia nacional que deseja premiar o verdadeiro autor ou autora!!! Enfim...

Essa lei, 3.051/98 , declara isentos de taxas todo cidadão que teve seus documentos furtados. Apresentando o BO, pode-se encaminhar a segunda via do RG, CNH e Licenciamento do Veículo. Atitude até interessante e justa, visto que, além dos transtornos de ter seus documentos surrupiados ainda a segunda via onera o bolso do contribuinte em qualquer lugar do país!

Se isso pode causar um aumento em ocorrências de furto no lugar de registrar perdas, depende da engenhosidade de cada um e da divulgação da medida.

Eu mesmo, com minha carteira de identidade toda estrupiada, fiquei feliz quando recebi o primeiro e-mail com essa informação, de uma amigo confiável. Já ia entrar no site da Polícia Civil para informar que haviam me roubado meu RG (coisa que ninguém teria coragem de fazer!), RG aliás que já não me identifica muito mesmo, e com o BO iria encaminhar meu pedido com a isenção...Eis que aquele estalo surgiu sussurrando "confere antes..."

Pois bem, o bom e velho Google me levou até a Voz do Cidadão, já bastante esclarecedor.
No site da Assembléia Legislativa do RS a Lei com esse número sequer aparece, deve ter sido revogada, repristinada, ou outra coisa importante que acontece com as leis ao longo da sua vida.
No RJ, também conferindo o site da AL e lá encontrei a tal lei, de autoria do deputado estadual Jarbas Stellmann - PTB.

Bom...até mais!

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

Pra não dizer que não falei das flores


Ficha Técnica
Ilha das Flores

País/Ano de produção:- Brasil, 1989
Duração/Gênero:- 13 min., documentário
Disponível em vídeo (na fita "Curta com os Gaúchos")
Direção de Jorge Furtado
Roteiro de Jorge Furtado
Elenco:- Ciça Reckziegel, Gozei Kitajima, Takehijo Suzuki.
Narração de Paulo José.

Os vinte anos do curta "Ilha das Flores" podem ser uma importante comemoração para o cinema, já que é um trabalho marcante; daqueles que dividem a história em antes e depois. A marcação rápida das imagens, sobrepondo conceitos de uma forma que nos faz "espremer" os olhos de atenção; tangenciadas pela brilhante narração de Paulo José, fazem dos 13 minutos do documentário uma viagem impossível de ser feita uma única vez!

É preciso rever e revisitar o curta para ir pegando as sutilezas da linguagem, da estética, da política e da denúncia existentes no filme. O ritmo de cores e imagens nos hipnotizam, e o desenrolar da trama nos choca pelo simples fato de que tudo aquilo é tão real (e atual!!). A violenta poesia do "Ilha" também nos leva à reflexão sobre o que foi feito do mundo nos últimos vinte anos.

Penso que essa é a principal contribuição do filme: nos deixar um retrato do final dos anos 80 para ser visto e comparado com a "obra" que realizamos ao longo dos anos com nosso tele-encéfalo altamente desenvolvido e nossos dois polegares opositores.

O filme também é uma boa ferramenta para o trabalho na escola. Antes de despejar quilos de literatura sociológica ou histórica para falar sobre o capítalismo, basta assistir o filme e depois procurar em cada cidade, nossas "ilhas". Certa vez, em 2001, realizei um trabalho com turmas de 3º ano do Ensino Médio do Instituto Romaguera CorrÊa, aqui em Uruguaiana, que consistia numa proposta de pesquisa participativa, embasada por algumas problematizações e pelo suporte teórico mínimo dos livros "as veias abertas da América Latina" de Eduardo Galeano, "As origens da Pobreza no Rio Grande do Sul" de Teófilo Torrontegui e, é claro, o vídeo "Ilha das Flores", de Jorge Furtado (como não sei ainda "upar" documentos não deixo o projeto à disposição aqui, quando aprender eu faço isso. Prometo!), Também encontrei uma outra proposta de abordagem aqui. Com o limite de que ambas as experiências são dirigidas para "observadores" das questões tratadas. Precisamos avançar, numa perspectiva freireana e popular, com iniciativas de organização e educação popular construídas com e pela base (mas isso é outro bom e longo papo!)

Em 2009, a Ilha dos Marinheiros continua lá, a Ilha das Flores também! (veja um comentário de um morador da Ilha ao final de um texto no Recanto das Letras)

Em Uruguaiana temos centenas de famílias que fazem da coleta de materiais sua fonte de renda. No lugar de terem apoio e respaldo de políticas públicas, para contribuirem com a questão ambiental e também s eorganziarem enquantoalternativa de sustento, sofrem de um grande descaso e de uma triste "invisibilidade"; todos olham, poucos veem (sem acento pela regra nova, né?). Nosso "lixão" que deveria ser aterro sanitário segue sendo resolvido com "termos de ajustamento" assinados em refrigerados e cheirosos gabinetes, enquanto o chorume vai chegando aos nossos mananciais de água e dezenas de pessoas, homens, mulheres e crianças estão lá expostos ao que de mais insalubre e degradante pode existir: o desprezo.

A RBS TV vai passar no sábado, 07/02, perto do meio-dia, mas também é possível assistir "Ilha das Flores" no Porta Curtas ou no You Tube Parte 1, Parte 2 e Parte 3

Bom! Agora vou almoçar...

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Adão Pretto

Há pouco mais de duas horas se foi mais um lutador. Deixou um legado de coerência e firmeza na luta em defesa dos/das trabalhadores/as rurais e da ecologia.

Adão Pretto foi vítima de uma pancreatite, sendo submetido à cirurgia na terça, vindo a falecer as 7h42min de hoje, quinta-feira.

Agricultor por profissão, Pretto nasceu em Coronel Bicaco(RS) em 18 de dezembro de 1945. Ele começou sua trajetória política no Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Miraguaí e na Pastoral Rural da Igreja Católica. Em 1985, participou na ocupação da Fazenda Annoni, entre Carazinho e Sarandi. Foi fundador do MST e deputado estadual e federal pelo Partido dos Trabalhadores O último projeto de lei do deputado foi apresentado em outubro do ano passado. A proposta acaba com o pagamento de indenização compensatória nos processos de desapropriação para fins de reforma agrária.

Leia Nota do gabinete do Deputado Estadual Dionilso MArcon (PT)
O Brasil perde um grande Homem

O deputado Dionilso Marcon (PT) e toda sua assessoria lamentam profundamente o falecimento do deputado Federal Adão Pretto (PT), ocorrido hoje (05/02) às 7h45min. Marcon destaca que a história e a trajetória do pequeno agricultor Adão Pretto se confunde com a luta pela reforma agrária e a defesa dos pobres do campo e da cidade. Adão foi fundador do PT, do MST e do Movimento dos Pequenos Agricultores, do Movimento dos Pescadores, dentre outros, foi deputado Constituinte estadual e estava no seu quarto mandato de deputado federal, representando os movimentos sociais no Congresso Nacional e presidente da Comissão de Participação Popular da Câmara.

Marcon destaca que Adão Pretto sempre teve lado, sempre teve posição, sempre foi rijo, firme na defesa da justiça social ao lado dos trabalhadores em suas lutas. A defesa da reforma agrária no Brasil foi uma de suas bandeiras, e suas últimas lutas foram reunir os movimentos sociais, sindicatos e o congresso nacional para denunciar a repressão aos movimentos no RS e lutar pela desapropriação da fazenda Southall e de outras áreas, na região de São Gabriel, para reforma agrária no RS. O nome de Adão Pretto, segundo Marcon, já está na história do nosso Brasil e de nosso Estado e será contada por gerações. O velório do deputado Adão Pretto será hoje (5/02) na Assembléia Legislativa a partir das 11h30min, no salão Julio de Castilhos e o enterro será no cemitério Jardim da Paz amanhã (06) às 10h.

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Fizeram um "tapeio"


No final das contas o projeto que dará as tintas pra licitação futura sobre nossa água e esgoto saiu da Câmara com mudanças importantes. Se bem que ainda poderão sofrer vetos do Executivo e retornar ao Legislativo para última votação e aí sim ser sancionado.

A sessão começou as 9h30min; foi interrompida para trabalho das Comissões quase ao meio-dia, com retorno as 18horas e finalização passadas as 22h30min.

Leia a nota da Câmara sobre a votação.

Em linha gerais, o projeto que sai da Câmara melhorou em relação ao inicial. Nos termos iniciais haviam muitas subjetividades em questões sobre as tarifas e deixava margem para que a concessionária dos serviços tirasse vantagens não programadas ou controladas desde já. A farra era tanta que permitiria-se que novas receitas fossem exploradas pela empresa comoforma de recuperar investimentos e "baratear" o serviço; deixava para o poder público a "possibilidade" de subsidiar as tarifas para a a população de baixa renda, enfim... era um cheque em branco em tantas questões para a futura vencedora do certame licitatório !

Quanto às tarifas, que tanto se diz que irão baixar, aprovou-se que os preços praticados pela CORSAN serão referência para o contrato, não podendo superar 90% do que for cobrado pela empresa pública, durante os 30 anos do próximo contrato ao contrário do que foi encaminahdo pelo Prefeito que estipulava apenas 12 meses para esta correspondência.
Quantos aos reajustes, além dessa indexação, toda e qualquer mudança deverá passar pela Câmara; antes poderia se dar por acordo entre concessionária e concedente (prefeitura).
As emendas estendem as obrigações de atendimento pela concessionária aos distritos do município (como a Corsan faz hoje).
Ampliam o compromisso da tarifa social, mantendo como critério as famílias beneficiárias de programas sociais do Governo Federal via assitência social; antes disso, o PL do prefeito propunha tarifa social apenas aos que tivessem isenção do IPTU; uma quantia bem menor.
Algo importante foi a supressão do enciso IV, do parágrafo único, do artigo 12; que trata das credenciais para participar da licitação. A redação original praticamente excluia a CORSAN do processo - acho que era o elemento mais claro da real intenção de todo o PL !

Uma emenda que merece cuidado é a que afirma que "o Aquífero Guarani não poderá ser explorado INDISCRIMINADAMENTE pela concessionária", quando deveria coibir qualquer tipo de exploração! Mas enfim...antes nem se falava em Aquífero...

E também a emenda que trata da AgÊncia Reguladora que será criada para acompanhar o serviço de saneamento e abastecimento de água; sua composição é muito limitada, reunindo OAB, CDL, ACIU, CREA, CREMERS e 2 usuários (assim avulso; passa lá e diz que usa água, leva uma conta e deu!). Na minha opinião deveria ter definida já a participação de alguns sindicatos de trabalhadores, associações de moradores e movimentos populares.

Ao final de tudo, a oposição colocou água no chopp do PL zero-meia, apesar de que ainda há a possibilidade de vetos pelo prefeito. Com muitos confetes, as bancadas do governo (tucanos e udenistas), agradeciam à contribuição democrática das emendas propostas pela oposição, saudavam a qualidade que o projeto ganhou e antecipavam sua torcida para que a CORSAN vencesse a licitação (haja estômago para englir essa!), por fim, elogiaram os funcionários da CORSAN pelo trabalho realizado na cidade (aquele trabalho que não prestava antes, lembram???).
Pelos confetes e badalações a oposição cobrou o compromisso de , havendo vetos do executivo, a Casa derrube os vetos e mantenha o projeto que saiu da Câmara. A resposta: espere e verá!

Mas o meu senso de humor foi afagado mesmo pela emenda que reproduzo abaixo (conforme nota do site da Câmara) e ainda quero confirmar quem foi o autor ou a autora, por que é uma pérola(!):

"As economias residenciais e comerciais que contam com abastecimento de água garantido por poços artesianos próprios não sofrerão nenhuma ingerência da concessionária. A emenda garante o funcionamento dos poços artesianos e que eles não serão fechados".

Incrível que sempre rio bem alto quando leio esta emenda! Só, por favor, não me façam explicar porquê. Que tucanagem!!!

PL 006/2009: podia ter sido pior!

Após o dia de "debates", o Pl foi aprovado com cerca de 16 emendas e sub-emendas (Su! me acode aí s eesse hífen existe ou não?).




Logo mais comento e avalio um pouco do PL!

terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

o ato falho...


A sessão extraordinária sobre o PL 006/2009 (temos falado tanto sobre isso!) começou com tempo bom e foi suspensa em meio a chuvas e trovoadas...
Dentro do Salão Plenário da Câmara, após a leitura protocolarmente morosa dos 41 artigos do PL, alguns vereadores manifestaram-se sobre o assunto, até que a sessão foi interrompida até as 16 horas para que fosse possível algum estudo dos termos do projeto.

Ao lado de fora uma bela chuva começava a cair, brindando o debate sobre a água, do jeito que ela deve ser, de todos e para todos.

À parte as posições apresentadas lá (que pretendo debater aqui mais tarde); o show de realismo da manhã ficou por conta do veterano e folclórico vereador Adalberto (PP). Na sua intervenção ele afirmou: "Ele (o prefeito) já está decidido a não renovar com a CORSAN, independente do resultado dessa reunião(...) E ele tem esse direito, ele vai privatizar!" - sob urros da platéia, aplaudindo a sinceridade do ato falho, ainda tentou retomar: "Quer dizer...é... ele vai fazer licitação".

Revelador, hein??

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

Algo errado na água...

Assim como a passagem de argentinos e as escaldantes tardes de sol, uma outra marca do verão uruguaianense têm sido a presença das cianofíceas na água.
No mínimo desde 2002, nos períodos de déficit hídrico (que nome legal e sofisticado para "seca" e "estiagem"!??!), as algas azuis entram em nossas casas e mudam o odor e o sabor da nossa água; sem falar nas disfunções gastrointestinais atribuidas ao"gosto da água".
Mas e não é que essas vilãzinhas azuladas voltaram? E viraram parâmetro para atestar a qualidade do nosso serviço de água.
Apesar do desconforto com a presença delas em nossas torneiras e chuveiros é preciso esclarecer: a CORSAN não possui um criatório de algas, não às mantém em cativeiro e nem aplica algas ao tratamento da água. É preciso dizer isso porque do jeito que falam, às vezes, parece que é isso mesmo!

ALGUMAS VERDADES
As algas azuis são mesmo nocivas à saúde.
Suas neurotoxinas e hepatotoxinas atingem o sistema nervoso e podem causar os seguintes sintomas: irritação na pele, olhos, ouvidos, lábios, garganta, náuseas e vômitos; e em casos de maior exposição ou sensibilidade; hepatite, dormência e paralisia nas extremidades do corpo.
Segundo técnicos da área de saúde, nos níveis que encontramos algas na água após o tratamento e desinfecção da mesma, o risco de contaminação énulo.

Mas porquê tem ocorrido a proliferação sazonal desses microorganismos?
Em períodos de seca e com o afluxo de esgoto não tratado e fertilizantes residuais das lavouras ao longo do Rio, as cianobactérias fazem a festa.
Produtos como a uréia, presente nos agrotóxicos e defensivos agrícolas, funcionam como ração para as algas. (para saber mais sobre algas em geral, além do bom e velho Google, clique aqui).
Nestes períodos de proliferação, a água bruta do Rio Uruguai que é uma das melhores do estado, chega a ter 4 mil células de algas por ml de água coletado (!!!). O procedimento de purificação realizado então pela Estação de Tratamento em Uruguaiana reduz essa quantia para algo entre 2 e 4 células por ml de água. Utiliza-se para isso a aplicação de carvão ativado, o que aumenta o custo do processo de tratamento em até 3 vezes. Esse valor só nãoé repassado parta a conta do usuário pela política de compensação e subsídios internos da CORSAN (empresa pública)*.

E ISSO TEM JEITO?
Conforme o chefe do IBAMA, em Uruguaiana, Maurício Vieira de Souza, os fatores que contribuem para a aproliferação das algas azuis são o déficit hídrico,as águas das lavouras ricas em nitrogênio e os dejetos sanitários não tratados. "No mundo, não há solução técnica disponível para o problema de proliferação de algas azuis".(leia nota de reunião na Câmara)
Ao longo de 2008 algumas reuniões e audiências Públicas começaram a debater sobre o assunto.
Com a presença e envolvimento do IBAMA, CORSAN, Ministério Público, Ministério da Saúde, Prefeitura , Câmara Municipal e a população, em linhas gerais, apontou-se como possíveis encaminahmentos:
- gestão integrada dos recursos hídricos através dos comitês de bacia;
- política de Saneamento para a Bacia do Rio Uruguai, acessando, inclusive recursos do PAC;
- ações conjuntas entre Poder Público e produtores rurais no sentido de fiscalizar o uso, as quantidades, a composição e o escoamento adeqüado dos fertilizantes nas lavouras.

CURIOSIDADE
Alarmados pelas algas,técnicos do serviço de abastecimento de água em paso de los Libres, na Argentina, acorreram à Uruguaiana em busca de infromações.
Aqui e lá são coletadas as mesmas águas, do mesmorio. A diferença é que o tratamento feito aqui, reduz-se para 3 ou 4 células de alga / ml d eágua; já na vizinha paso de los Libres a redução alcança de 1000 a 1200 células por ml de água (!) Imagina o gosto dessa água??? haja paciência...
Orientados pelos técnicos daqui a usarem maiores quantidades de carvão ativado,os técnicos argentinos disseram: "Não podemos aumentar pois isso aumenta os custos do tratamento e,por consequência, afeta os lucros da empresa."**

Uma outra curiosidade, apesar de também serem conhecidas com algas azuis, apenas metade das espécies de cianobactérias apresentam cor azul-esverdeada. O Mar Vermelho recebe este nome, pois, em sua superfície são visíveis enormes concentrações de algas azuis... vermelhas!


EM TEMPO:
* No Pl 006 consta a possibilidade de aumento nas tarifas em casos que não estejam ao controle da concessionária (só um lembrete).

**Em Paso de los Libres a gestão do uso da água é feita pela iniciativa privada.