quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Novos tempos

Quando surgiu a ideia de escrever um blog haviam algumas motivações específicas: a primeira era ir conhecendo a ferramenta para uso na educação, com a criação de blogs que centralizassem, partilhassem e divulgassem os trabalhos das turmas em dava aulas.

A segunda e mais decisiva na época, foi tentar construir um espaço de debate sobre as questões locais da política e da cultura uruguaianenses. Um observatório crítico - e bem humorado - da imprensa, da política e dos "bons" costumes da fronteira.

Para a primeira proposta valeu à pena com sobras.
Mantive no ar pelo menos 4 blogs de séries diferentes, no Colégio Marista e tb no Instituto Estadual paulo Freire e ainda um grupo de discussões - muito calado por sinal - para preparação ao ENEM.

Já na segunda, funcionou parcialmente. O acúmulo de trabalho diminuiu meu tempo para ser testemunha ocular da(s) história(s) do nosso cotidiano.

O blog virou uma página de encontros, uma plataforma de leituras onde acompanhei e repercuti/reproduzi alguns textos, imagens e reportagens que faziam sentido em cada contexto (e como diria minha amiga Maria do Carmo Victorino: "A conjuntura é dinâmica, Martins!").

Pelo menos, deixei claro desde o início que aqui nem sempre seria um espaço garantido de originalidade. Lembra

E assim fomos levando... desde janeiro de 2009! Com uma média acima de 15 acessos diários nos últimos seis meses (período em que instalei o contador !). Eu inclusive me pergunto "o q uma pessoa faz nesse blog?". se nem mesmo eu tenho vindo muito aqui? Nestes últimos dois meses em especial?

Vai saber!

Mas a partir de agora há tempo! São novos tempos!
Tempos em que operários dão a vez à mulheres! Tempos em que os #nordestistos de norte a sul do Brasil calam o #casal45! Tempos em que #bolinhaDePapel vira escárnio popular!

E tempos em que terei mais tempo!

E vou tentar escrever mais. Não vou chegar a fazer disso aqui um lugar de escritos muito intimistas,... até por quê, para isso, eu tenho meu diário pra escrever enrolado no edredon (uhasuashasuhasu)... mas vamos estar por aqui!

Na ponte aérea BOCADOMONTE / FRONTEIRA .

2 comentários:

Giovana disse...

Eu entendo:não falta vontade, falta tempo...

Mas adorei o diário para ser escrito enrolado no edredon! ahahahahahaha

Alcir Martins disse...

heheheheeh... eu nunca tive diário , só edredon